Área de Sócios
Coral Calçada Romana
Downloads
Via de Cultura - Coros
Fados
Arquivo de Notícias
Prémio de Harmonização
Fotos
Conferências-debate
Coros XVI
 

"Sons entre Mar e Serra"

 Uma Organização:

 

  

 
Programa
Coros participantes

 Imprensa (Coros XVI)

Fotos dos Concertos

 

Ligações

Maestro fundador
Maestro Joaquim Vicente Narciso
 
Foi aluno do Instituto Gregoriano de Lisboa onde trabalhou com D. Júlia d’Almendra. No mesmo Instituto cursou Órgão com Sibertin-Blanc.
Frequentou na Gulbenkian um curso de Iniciação Musical e Pedagogia Infantil dado por Edgar Willems; igualmente na Gulbenkian frequentou Direcção Coral com o Professor Pierre Kelin.
Em cursos de Música Antiga trabalhou com Santiago Kastner e Simões da Hora. Trabalhou com Arsène Bedois em curso de aperfeiçoamento e técnica de Órgão, nas Semanas Gregorianas, em Fátima.
Tem frequentado diversos cursos nacionais e internacionais relacionados com a Música, direcção musical e Órgão;
Dirigiu o Coral da Sé de Leiria durante 8 anos.
Foi Mestre de Coro e Organista no Santuário de Fátima. Dirigiu o Coral da Filarmónica das Cortes, tendo realizado e dirigido o 1º e 2º Encontros Nacionais de Coros de Semana Santa, realizados na Sé de Leiria, organizados pelo mesmo Coral.
Promoveu e dirigiu o 1º Encontro de Coros do Distrito de Leiria, organizado pelo Coral do BNU - Leiria.
É professor de Órgão em escolas de música.
Foi recentemente agraciado com a Medalha de Mérito Cultural “Austregésilo de Athayde” pela Academia de Letras e Artes de Paranapuã - ALAP- Brasil.
Em 1993 foi galardoado pelo Município de Leiria pela dedicação e entusiasmo ao estudo e divulgação da música.
Realizou o “Magnificat” de Pergolesi com a Orquestra de Fornos (Santa Maria da Feira) e com os Corais que dirigia aquando dos 125 anos da Filarmónica dos Pousos.
Pesquisou, recolheu, realizou e dirigiu, em estreia absoluta, o “TE DEUM” (composto em 1870) de Inácio Aires de Azevedo, compositor leiriense, obra que se julgava perdida. Realização levada a efeito com a colaboração da Orquestra Juvenil de Fornos - Santa Maria da Feira e o Coral “QUODLIBET”- agrupamento de cinco corais criado para a realização de obras Corais Sinfónicas.
Foi o organizador e responsável gráfico pelo “Cancioneiro de Entre Mar e Serra da Alta Estremadura”, de José Ribeiro de Sousa - o maior cancioneiro até agora publicado em Portugal.
Dirige o Coral Cantábilis, da Caixa Geral de Depósitos de Leiria.
Dirigiu o Coral Calçada Romana, de Alqueidão da Serra, desde a sua fundação até Outubro de 2011, ao longo de 18 anos.
Patrocinadores
 


















 
Veja todos os nossos patrocinadores
 
Apoio
 
 
 Direcção Regional de Cultura do Centro
 
 Fundação INATEL
Digressões
Extremadura (Espanha)
Junho de 2006

 Astúrias
(Espanha)
Outubro de 2007

Astúrias (+)

Home  |  Historial da Associação  |  As Pessoas  |  Reuniões  |  Contactos  |